Leandro Hassum ignora Globo e faz elogio a Michelle Bolsonaro: ‘Foi lindo’ Michelle Bolsonaro voltou a ser elogiada por discurso em linguagem de sinais na posse do marido, Jair Bolsonaro.

O comediante Leandro Hassum é um dos nomes mais conhecidos da televisão brasileira. Ele ficou conhecido por ter feitos papéis como ‘Candidato Honesto’. Contratado da TV Globo, Leandro Hassum surpreendeu ao ignorar qualquer tipo de retaliação que pudesse vir da emissora e fez um elogio à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Por meio da internet, Leandro Hassum criticou as pessoas que falaram mal da primeira-dama do Brasil, por ela ter feito um discurso em linguagem de sinais. O discurso ocorreu na posse do marido, o presidente Jair Bolsonaro, no dia primeiro de janeiro.

Michelle Bolsonaro é defendida por Leandro Hassum após haters criticarem discurso para surdos

Michelle Bolsonaro é uma defensora da comunidade surda e já disse que não terá função decorativa no governo do marido. A primeira-dama, que pretende fazer algo para melhor a vida desse nicho da população, foi criticada pelos haters de Bolsonaro. Leandro Hassum, no entanto, não gostou das críticas.

Porque às vezes as pessoas têm dificuldade de reconhecer algo emocionante apenas por ideologia? Parabéns, primeira-dama, foi lindo“, escreveu ele assinando como “um torcedor“. Em outro momento, ele disse que não importa de que lado da política você está, mas que é preciso reconhecer os bons feitos.

Veja abaixo a publicação feita por Leandro Hassum sobre Michelle Bolsonaro e que acabou gerando grande repercussão nas redes sociais:

Michelle Bolsonaro teria ajudado amiga a conseguir cargo no governo do marido

A primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, voltou a ser notícia neste domingo, 6 de janeiro. Tudo porque teria emplacado uma amiga para um importante cargo no governo federal. A sortuda seria Priscila Gaspar, que apareceu na posse de Bolsonaro falando o que Michelle Bolsonaro transmitia ao público em linguagem de sinais.

Chamada de frágil e discreta, Michelle Bolsonaro já começa a fazer política. A amiga, Priscila Gaspar, inclusive, será empossada em um cargo na Secretaria Nacional da Pessoa com Deficiência. Essa secretaria faz parte do Ministério dos Direitos Humanos, chefiado pela polêmica Ministra Damares Alves.

Priscila Gaspar é surda e ajudou o marido da primeira-dama, Jair Bolsonaro, a fazer sua campanha eleitoral à presidência da república. Já Michelle, antes mesmo de conhecer o agora presidente da república, já militava na causa dos surdos. Ela tem um tio com a deficiência e, aos poucos, foi aprendendo a linguagem de sinais.

Apesar de ser discreta, Michelle Bolsonaro já indicou que não pretende ser uma primeira-dama decorativa. Isso já ficou claro no discurso que ela fez para os milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro na posse do presidente, em 1º de janeiro.

Comentários estão fechados.