EntretenimentoTelevisão

Apresentador da Globo é ‘banido’ do Jornal Nacional após relação com Lula vir à tona Chico Pinheiro caiu em desgraça na televisão, após áudio a favor de Lula ganhar repercussão.

O apresentador Chico Pinheiro é um dos nomes mais conhecidos da televisão brasileira. Porém, saiu do time de apresentadores titulares do principal telejornal da emissora, o ‘Jornal Nacional’. Isso aconteceu após dois episódios polêmicos envolvendo política brasileira. Todos eles tinham o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em uma das oportunidades, um áudio atribuído a Chico Pinheiro defendendo Lula se tornou um verdadeiro escândalo nacional. Chico nunca confirmou que era dele a voz que vazou por um aplicativo, mas isso gerou graves consequências para ele.

Globo rebaixa Chico Pinheiro, após polêmicas com Lula e Bolsonaro tomar posse

Em um momento em que o país tem um novo governante, manter Chico Pinheiro no ‘Jornal Nacional’ poderia gerar fortes críticas. Além disso, o jeito informal do comunicador sempre foi um problema interno. Para completar, ainda pega mal a cobertura feita por Chico Pinheiro no dia da prisão do ex-presidente Lula.

O âncora foi quem estava escalado para cobrir esse fato tão importante para o país, porém Pinheiro parecia mais triste do que o comum para a cobertura. Muitos sites chegaram a conclusão que ele só faltava chorar ao ver Lula preso e os seus olhos marejados viraram memes.

Globo demite atriz que desejou a Bolsonaro um ótimo governo?

apoiadores ou a oposição, certo mesmo é que ele gera muita discussão. Neste final de semana, uma notícia que garante que a atriz Marina Ruy Barbosa foi demitida, após apoiar o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, acabou viralizando nas redes sociais.

A matéria garantia que Marina, após dizer que desejava sorte ao governo de Bolsonaro, teria sido demitida da Rede Globo de Televisão. Atualmente, Marina é protagonista da novela ‘O Sétimo Guardião’, exibida no horário das nove do canal.

A informação foi publicada pelo  site ‘Novo Governo’, que garantiu que a Globo teria revelado que a demissão foi motivada porque Marina Ruy Barbosa teria ferido o código de ética do canal, ao demonstrar todo o seu apoio ao presidente do Brasil.

Como é de se imaginar, a matéria não passa de uma fake news. Marina fez sim uma publicação online que foi entendida como de “boa sorte” ao governo de Jair Bolsonaro, porém a Globo não a demitiu por isso. Aliás, a Globo já disse em algumas oportunidades que não interfere no posicionamento político de seus contratados.

Etiquetas

Hugo Cristóvão

Jornalista Hugo Cristóvão se formou em jornalismo pela Unicamp, mas desde 2015 vive em Duque de Caxias. Antes de passar pelo Notícia ao vivo, ele foi colaborador do Extra e também do jornal O Dia. Jovem e interessado, Hugo é um dos mais atuantes de nossa equipe.

Artigos relacionados

Fechar
Fechar