Thammy Miranda revela encontro a sós com João de Deus e choca: ‘Velho Nojento’

O ator Thammy Miranda decidiu fazer nesta sexta-feira, 12 de janeiro, um vídeo contando sua experiência com João de Deus. O médium foi preso recentemente, após centenas de mulheres fazerem acusações de abuso sexual. O paranormal teve um encontro com Thammy Miranda em 2016.

Na época, Thammy conta que foi até João de Deus para ajudar um dos seus irmãos, que estaria passando por um momento bastante complicado. O filho de Gretchen, no entanto, revela que, desde que chegou em Abadiânia, no interior de Goiás, onde João de Deus tem seu centro espírita, que sentiu uma grande energia negativa.

Thammy Miranda revela que João de Deus pediu para ficar a sós com ele

Em outro momento,  Thammy Miranda revelo que João de Deus, assim que soube da sua presença no local, pediu para conversar a sós com ele. No entanto, a conversa não teria agradado o trans, que revelou que sentiu que João de Deus era um “velho nojento”.

Apear disso, o paranormal, que segue preso, teria acertado previsões na vida de Miranda. Uma delas seria a de que ele conseguiria um cargo político. Dois anos após se candidatar vereador, Thammy Miranda assumirá o cargo em São Paulo, após outro vereador vencer para o cargo de deputado estadual.

Veja abaixo o vídeo que mostra Thammy Miranda fazendo as revelações envolvendo João de Deus:

João de Deus é denunciado por tráfico internacional de bebês

Novas denúncias contra o médium João de Deus chocaram todo o país. O espírita está preso em Goiânia, desde que denúncias de abuso sexual foram realizadas. Até então, João de Deus era considerado o principal médium do Brasil e o seu nome já era famoso até internacionalmente.

Nas novas denúncias, reportadas por uma famosa ativista (ver vídeo), João de Deus é acusado de estar relacionado ao tráfico de bebês. A ativista revela que já tem três contados de mães estrangeiras que teriam comprado crianças por intermédio do médium João de Deus. As denúncias continuam e assustam.

O paranormal também é acusado de usar meninas jovens e pobres para serem suas escravas. Elas teriam entre quatorze e dezoito anos de idade e pertenceriam à famílias sem recursos. No vídeo, a denunciante pede a ajuda de autoridades para conseguir apurar essas informações e que João pague pelos supostos crimes que teriam cometido.

O vídeo com as novas denúncias já tem mais de 150 mil exibições no Facebook. A maioria das pessoas se mostra revoltada com o médium, que até então atendia todas as semanas centenas de pessoas na cidade de Abadiânia, no interior de Goiás.