Imagens do corpo do cantor Gabriel Diniz são criminalmente divulgadas nas redes sociais

Nesta segunda-feira, 27 de maio, a morte do cantor Gabriel Diniz acabou sendo confirmada pela imprensa. O artista tinha 28 anos e ficou famoso graças ao sucesso da música Jennifer. A morte precoce do cantor sertanejo acabou mobilizando a classe artística.

Além do cantor, outras duas pessoas estariam entre as pessoas falecidas no acidente. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave.  No entanto, essa informação foi revista pelas autoridades, conforme diz uma reportagem do G1.

Divulgar fotos e vídeos do cantor morto é crime

Muitos fãs solicitaram para que outras pessoas não divulgassem vídeos e fotos do famoso sem vida. “Uma coisa óbvia que infelizmente é sempre bom lembrar em casos como esse: Caso venha a aparecer, não compartilhe/divulgue fotos ou vídeos do corpo do Gabriel Diniz. Preservem a dignidade dele e tenham respeito pela família, amigos e fãs.”, disse um dos internautas, como pode ser visto acima.

Vale lembrar que divulgar fotos e vídeos de pessoas mortas, no Brasil, configura crime de vilipêndio de cadáver. O crime pode até dar prisão aqui no país.

Comentários estão fechados.