CrimeNotícias

Idosa de 81 anos morre após ser espancada e ter orelha cortada no Maranhão Aposentada e marido foram vítimas de criminosos na própria casa.

Um idosa de 81 anos faleceu nesta terça-feira, 23 de abril, após ficar sete dias internada. Raimunda Ferreira Lima ficou conhecida há duas semanas, quando uma violência contra ela foi destaque em toda a mídia. Ela foi vítima de um assalto em sua residência, no povoado Macaúba, na zona rural de Coroatá. no estado do Maranhão.

Dois assaltantes entraram no local para roubar a residência.  Além de Raimunda, o esposo, que também é idoso, morava no local. Ao perceber que os idosos gritavam por socorro, os criminosos, um deles menor de idade, começaram a socar ambos.

Os dois foram agredidos por vários minutos com socos e pontapés. A agressão parou quando os bandidos perceberam a chegada dos vizinhos no local e fugiram.

O esposo da aposentada também não está bem. Raimundo Alves da Silva não corre risco de vida, segundo informações do portal de notícias G1.

Agressão a idosos gera revolta online

No caso da idosa, ela também teve a sua orelha cortada. Apesar de ter sobrevivido às agressões, quando foi encontrada a aposentada já estava em um estado bastante grave. Ela foi levada para um hospital na capital maranhense, a cidade de São Luís. Depois de dias sendo tratada, Raimunda não resistiu.

O fato de um dos autores do crime ser um menor de idade gerou polêmica nas redes sociais. “Não desejo que morram não, desejo que apenas recebam da vida o mesmo que fizeram. Que apanhem muito por muitos e muitos anos, até se sentirem alejados, despresados e que peçam para morrer (SIC)”,  disse um dos internautas ao comentar a situação.

Hugo Cristóvão

Jornalista Hugo Cristóvão se formou em jornalismo pela Unicamp, mas desde 2015 vive em Duque de Caxias. Antes de passar pelo Notícia ao vivo, ele foi colaborador do Extra e também do jornal O Dia. Jovem e interessado, Hugo é um dos mais atuantes de nossa equipe.

Artigos relacionados

Fechar
Fechar