Meteoro destruirá a Terra em fevereiro de 2019? O que a NASA esconde? Cientistas negam informação falsa que se disseminou nas redes sociais nessa semana.

Nessa semana, uma informação divulgada na internet causou grande apreensão em muitas pessoas. Uma fake news garantia que um meteoro cairia na terra no mês de fevereiro e ia além, garantindo que a agência espacial americana, a Nasa, estaria escondendo tudo isso. Mas até que ponto essa informação é falsa ou verdadeira?

Após a informação causar apreensão,  a própria Nasa fez questão de desmentir a informação que envolve o meteoro  NT7. A entidade revela que faz pesquisas periódicas, justamente, para avaliar a chance de corpos estranhos caírem na terra, podendo causar prejuízos. No entanto, nada foi comprovado envolvendo a chance de um  meteoro cair na terra.

Mas o que aconteceria se o meteoro assustador realmente caísse na terra?

O meteoro NT7 é muito grande e, caso caísse na terra, causaria uma destruição tremenda, sendo capaz até mesmo de destruir um continente inteiro. A destruição prosseguiria, como informou o  doutor Donald Yeomans, que deu informações sobre o meteoro.

Após dez minutos, toda a terra seria envolta em uma nuvem espessa de pó e após uma semana as trevas tomariam conta do planeta, essa escuridão permaneceria por dois anos, não haveria mais vida vegetal e pelo menos 2 bilhões de pessoas (um terço da população), seria dizimada somente pela colisão do asteroide com a terra. Lembrando que a queda do meteoro já foi completamente descartada pelas autoridades.

Estadão diz que Bolsonaro perdeu força na internet e vira o principal assunto da internet por ‘fake news’

Nesta segunda-feira, 21 de janeiro, o jornal ‘O Estado de São Paulo’, também chamado de ‘Estadão’, produziu uma reportagem refletindo o caso em torno do Senador Flávio Bolsonaro. Após a divulgação de relatórios do COAF, órgão fiscalizados, movimentações estranhas nas contas de Bolsonaro filho foram alvo de questionamentos.

O jornal Estadão então publicou uma matéria que dizia que o apoio ao presidente Bolsonaro estava caindo nas redes sociais. Irritados, os fãs do presidente, fizeram um tweetaço. A hashtag ‘Estadão Fake News’ virou, simplesmente, o assunto mais comentado do planeta. Isso porque, segundo o jornal, tais seguidores estariam dando menos força ao presidente.

Mais de 150 mil pessoas tweetaram a hastag ‘Estadão Fake News’. Os comentários foram os mais revoltados contra a publicação paulista. “Enquanto vigiam os filhos do Bolsonaro, esses aí seguem impunes, sem provar de onde tiraram seus milhões!”, escreveu um internauta publicando fotos de filhos de políticos presos, como Lulinha, filho do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

“Alguma semelhança com a realidade? Precisamos melhorar urgentemente a educação do nosso país! Assim a mídia fake não terá tanto poder”, escreveu outro publicando uma charge e fazendo grandes críticas ao jornal ‘O Estado de São Paulo’.

Comentários estão fechados.