Nessa semana, a tragédia que atingiu a cidade de Brumadinho, Região Metropolitana de Minas Gerais, abalou o Brasil. Enquanto corpos ainda são resgatados, as primeiras perguntas sobre quem seriam os culpados já aparecem, assim como as verdades dos fatos. Para vários especialistas, o que se vê em Brumadinho é um verdadeiro escândalo.

Isso acontece porque eles creem que Brumadinho, assim como o que houve em Mariana, era uma ‘tragédia anunciada”. Para o doutor em política ambiental pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Bruno Milanez, a tragédia em Brumadinho só faltava a data para acontecer. Ele impressiona com os relatos sobre como tudo se desenrolou.

Especialistas dizem que tragédia em Brumadinho já estava anunciada

O professor diz que a academia e o Ministério Público sinalizaram sobre os riscos da mineradora e de barragens na região, mas que os gestores da Vale do Rio Doce acreditavam que o local era mesmo seguro. O acadêmico lembra o  fato, por exemplo, do refeitório da empresa estar localizado embaixo da barragem.

Ele lembrou ainda que, em dezembro, houve uma licença para ampliação da capacidade da barragem de Brumadinho e fala que os governos tem dado “licenças a jato” para as companhias, tudo em novo do dinheiro, mas sem pensar no social.

Depósitos com doações a Brumadinho são saqueados por bandidos

O Brasil ainda chora a tragédia que aconteceu na região de Brumadinho, em Minas Gerais. Até o final da noite desse domingo, 27 de janeiro, as autoridades haviam confirmado pelo menos 58 mortos, além de mais de 300 pessoas desaparecidas. Em meio à tanta dor, há gente solidária. As vítimas de Brumadinho já receberam doações de todo o Brasil.

No entanto, alguns galpões lotados de doação já teriam sido saqueados por bandidos. Oficialmente, as autoridades pedem que, por hora, não enviem comida ou outros insumos para a região. A Polícia também diz para ter cuidado com mensagens no WhatsApp, que divulgam contas bancárias para ajudar a região. Esses números não seriam verdadeiros.

O golpe no WhatsApp é comum e não é novo. A mensagem diz que o internauta pode enviar qualquer quantia de dinheiro para um determinada conta bancária. No entanto,  essa conta não seria para auxiliar as vítimas de Brumadinho, mas sim seria administrada por um golpista.

O resgate em Brumadinho passará a ter ajuda extra nessa segunda-feira, 28 de janeiro, quando mais de 100 militares de Israel vão ajudar na busca de corpos. Eles tem tecnologia de sonar de submarino para localizar os corpos.