Quem é David Miranda, deputado que assumirá no lugar de Jean Wyllys e que odeia Bolsonaro?

David Miranda (PSOL-RJ é o suplente de Jean Wyllys. Com  a desistência de Jean do cargo,  David vai assumir como deputado federal nas próximas semanas. A desistência de Jean Wyllys foi anunciada nesta quinta-feira, 24 de janeiro. O representante do PSOL alegou  que está com medo de ameaças de morte e que, por isso, vai deixar o Brasil.

Mas quem é David Miranda? Vereador no Rio de Janeiro, David Miranda tem ideias parecidas as de Jean. Ele já atacou o presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais e garantiu que continuará sendo um representante da classe LGBT.

David Miranda fala sobre desistência de Jean Wyllys como deputado federal

Ao saber da novidade, David Miranda garantiu que poderá fazer muito mais pelos homossexuais agora que está em Brasília. Sobre a saída de Jean, o futuro deputado federal disse que é tudo muito triste e que o colega é um grande guerreiro.

No Twitter, ele disse: “Iremos com tudo para Brasília. Nossas bandeiras serão defendidas com o amor e comprometimento de sempre. Meu sonho é uma sociedade mais justa, e menos intolerante. Nenhum governo calará nossas vozes”.

Bolsonaro humilha Jean no Twitter, após ele desistir de cargo de deputado

Nesta quinta-feira, 24 de janeiro, o deputado federal Jean Wyllys, do PSOL do Rio de Janeiro,  abriu mão do seu mandato na câmara dos deputados. De acordo com ele, os motivos para tal ação são ameaças de morte que ele estaria sofrendo. Jean, que ficou famoso por ganhar o BBB, revelou ainda que não quer ser um novo caso Marielle Franco.

Vale lembrar que Jean quase não se elegeu deputado e havia protagonizado uma polêmica em 2016 com Bolsonaro. Na época, durante a votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, ele cuspiu no hoje presidente do Brasil.

As desavenças dos dois não param por aí. Bolsonaro e Wyllys foram rivais políticos durante as passagens pela Câmara. O deputado do PSOL já acusou o atual presidente da República de homofobia diversas vezes e chegou a cuspir no rosto de Bolsonaro em uma ocasião.

Ao saber da notícia, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais, humilhando o agora ex-deputado “lindamente’. “Hoje é um grande dia’, escreveu o chefe da nossa nação em seu Twitter oficial.

Comentários estão fechados.